Acesse seu currículo

InspirAÇÃO do DIA:

Robert Downey Jr. estreou como ator aos 5 anos, por seu pai, Robert Downey Sr. que inclusive foi quem introduziu-o às drogas, deixando que ele fumasse maconha desde os 6 anos. Sua mãe, Elsie, teve uma breve carreira como atriz e lutou contra o alcoolismo. Em 2014, quando ela morreu aos 80, de problemas cardíacos, Downey Jr escreveu sobre o fato de a mãe ter abandonado o vício o ajudou a fazer o mesmo: "No verão de 2004, eu estava em má forma. Ela me ligou do nada e eu admiti tudo. Não me lembro do que ela disse, mas nunca bebi ou usei [drogas] desde então." Downey Jr era uma promessa de ser um dos grandes talentos de Hollywood, mas auto-sabotou sua carreira, e terminou seu namoro com a atriz Sarah Jessica Parker, devido ao seu envolvimento com drogas.

O respeito da indústria veio em 1992, quando o ator foi indicado ao Oscar por "Chaplin", no qual se preparou intensamente para o papel, interpretou com maestria a postura e forma de andar de Charles Chaplin, o qual recebeu muitos elogios. Entre 1996 e 2001, a carreira de Downey Jr. foi marcada por reabilitações e prisões por causa das drogas inclusive causaram sua demissão da produtora onde havia conseguido um papel em uma série. Robert conseguiu voltar ao cinema graças a Mel Gibson, que pagou um seguro para qualquer dano que Downey Jr. pudesse causar à produção.

O "Homem de Ferro"(2008) representou a guinada na carreira. Robert Downey já estava com 43 anos e fez enorme sucesso no papel de Tony Stark, e inclusive emprestou seu humor e até o espírito de bad boy ao personagem. Sucesso de bilheteria, a franquia rendeu mais 2 filmes, além do enorme sucesso dos "Os Vingadores", e colocou Downey Jr. entre os maiores cachês de Hollywood. Em 2013 e 2014, ele foi considerado o ator mais bem pago do mundo pela revista "Forbes", com receitas estimadas em US$ 75 milhões (R$ 241,6 milhões) e com esta superação, Robert Downey Jr também conquistou o respeito dos críticos e da indústria novamente. Inspirador!